Aroldo, você é poeta.

Gerardo Mello Mourão
Rio de Janeiro/RJ, 2002