Aroldo, você é um grande poeta. Não sei se era isso que você queria ouvir de mim?!

Edimir Domingues
Recife/PE, 2000