Fazer poesia é um exercício espiritual pleno motivado pela inspiração divina. É um dom pessoal e intransferível, uma manifestação do eu interior. Geralmente expressa a busca constante do poeta na sua auto-afirmação. Ela nos transmite de maneira precisa o momento do autor, seus conflitos, amores, dissabores, encontros, desencontros. A obra chega a ser um retrato fiel do seu autor. Desde cedo me vi atraído pela poesia e é um prazer constante vivenciá-la no dia-a-dia, quer seja pela simples leitura de um livro, quer seja pelas amizades adquiridas nas nossas pairagens territoriais. E, numa dessas pairagens, nas andanças Brasil afora, tive o grande prazer de desfrutar da amizade de uma dessas pessoas que contagiam agente pela presença de espírito, determinação e caráter. Trata-se do poeta Aroldo Ferreira Leão. É marca registrada desse poeta uma dedicação e comprometimento fora do comum com sua obra.

Francisco Agliberto
Senhor do Bonfim/BA, 1999