“Rapaz, trinta livros é demais. Parabéns pela criação”
“Sua home-page está interessante, há muita coisa para se encontrar nela”
“Aroldo, dê descanso à poesia”
“Parabéns pela sua produtividade”
“Muito me impressiona sua capacidade de criação”
“E o livro de minha mãe, sai ou não sai?!”

Hilmar Santana
Itabuna/BA, 2000 - 2001