Sr. Aroldo Ferreira Leão, tempos atrás escrevei uma cartinha para o digno poeta elogiando, merecidamente, duas belíssimas e primorosas poesias de sua autoria, intituladas: “Dor” e “Medo” que tivemos o imenso prazer de lermos e às quais mereceram os nossos elogios. O nobre amigo mostrou ser um grande e inspirado poeta, pois essas suas duas excelentes poesias, por unanimidade das pessoas daqui de Itaocara que as leram, foram, as duas, alvos de toda a nossa apreciação, razão pela qual, mais uma vez, rogamos ao nosso bondoso Deus para que Ele abençoe sempre e sempre a sua vida, pois o ilustre e capacitado escritor e poeta é merecedor de todas as bênçãos de Deus.

Jamyr da Silva Malafaia
Itaocara/RJ, 2001