MISTÉRIO
(Presságios)

Há um tempo dentro do tempo,
Há uma morte para cada ressurreição,
Há um silêncio invadindo as atmosferas
Dos universos mais sozinhos,
Há ciclos de serenidades nas almas
Mais aperriadas e complexas,
Há vida dentro dos abismos.

voltar