Sucesso de sempre

Poeta potiguar nascido em Parnamirim/RN, Aroldo Ferreira Leão tem mais de 10 mil poemas escritos.
Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Publicou: "A Trilogia da Dor" (1995), "Carta ao Tio João Cordeiro" (1996), "Alfabetizando a Alma" (1997), "Presságios" (1997), e "Sisuda Acidez" (1998). Deste notável autor, membro Titular do Conselho Acadêmico do Clube dos Escritores Piracicaba, Cadeira Brasílio Machado, destacamos:

MINHA ALMA

Dorme inquieta minha alma na noite escura,
Busca incertos silêncios mambembes, doçuras
Infiltradas nas dores capengas das duras
Criaturas sozinhas, presas à estrutura

Fatalista de alguns desejos vis. Na usura
Dos descaminhos, segue nessas conjunturas
Irreais abraçando decepções futuras
Partituras em cujas leituras há a impura

Sensação corroída dos sons falsos. Cura
A si mesma num gesto que pinta a figura
Insegura, calada, morta nas posturas

Tímidas das mãos soltas no mundo que apura
Os sentidos nos rumos da vida madura,
Cintura de um corpo oco de idéias e alvuras.

Aroldo Ferreira Leão, Petrolina/PE
Conselho Acadêmico, Cadeira Brasílio Machado

Jornal do Clube dos Escritores
Piracicaba/SP - 99